Blog do Mauricio Stycer

Tipos de Leitor – Esse cara sou eu

Mauricio Stycer

08/01/2015 11h22

Os comentários em blogs do UOL são moderados previamente por uma equipe dedicada a esta tarefa. Abri mão deste serviço e faço questão de, pessoalmente, ler e aprovar ou rejeitar as mensagens.

Gosto muito deste contato com o leitor. Não é raro encontrar boas sugestões entre os comentários, que incorporo aos textos. As críticas me ajudam de diversas maneiras. Às vezes, me chamam a atenção para aspectos que negligenciei. Também me alertam, eventualmente, que pisei forte demais no calo de alguns leitores.

Os comentários agressivos, com ofensas e xingamentos, evidentemente, incomodam. E os seus autores são os mais problemáticos. Eles sabem que o comentário ofensivo precisa passar pelo crivo da moderação para vir à luz no blog. Começam, então, a pressionar o moderador (no caso, eu) pela publicação.

É comum um comentarista deixar três, quatro, até cinco mensagens cobrando o moderador pela publicação de sua mensagem original, que não foi aprovada por conter ofensa, injúria, calúnia ou difamação.

“Cadê meu comentário, seus malditos?”, escreveu, esta semana, um comentarista irritado com a demora na aprovação de seu texto – que, evidentemente, não foi aceito.

Nem todos são tão pouco sutis em seu esforço de convencer o moderador. Muitos apelam para a psicologia infantil. Um clássico é: “Quero ver se você tem coragem de aprovar o meu comentário”

Mas nunca o moderador deste blog foi pressionado de uma forma tão original quanto na semana passada. O autor do comentário é um fã de Roberto Carlos, que enviou uma mensagem a respeito do texto Diretor do filme “Tim Maia” pediu aos fãs para não verem a série da Globo.

O leitor dizia que eu deveria guardar alguma mágoa de Roberto Carlos uma vez que ele notou haver, entre os comentários já publicados, um número muito grande de observações desfavoráveis ao Rei. Muito provavelmente, disse ele, eu algum dia havia ficado chateado com Roberto por ter pedido uma entrevista exclusiva que me foi negada. Daí a mágoa. E daí o viés de comentários em defesa de Tim Maia ou com críticas a Roberto.

O leitor, então, fez uma bela defesa do cantor. Ao final, porém, lhe ocorreu que seu comentário não seria aprovado por conta das críticas iniciais a mim. Lançou, então, este desafio ao moderador:

“Se o responsável por esta coluna ou blog publicar este meu comentário poderei mudar meu conceito sobre sua isenção e caráter”. Óbvio que aprovei o comentário.

Em tempo: para ler outros textos desta série basta clicar ao lado direito do blog, em categorias, no item Tipos de leitor.

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo