PUBLICIDADE
Topo

Sem querer querendo, SBT mostra a Televisa mostrando o SBT

Mauricio Stycer

30/11/2014 23h42

elianachaves
O SBT dedicou boa parte de sua programação dominical para homenagear Roberto Bolaños, criador do seriado "Chaves", que morreu na última sexta-feira (28). Foi uma cobertura para fã nenhum botar defeito – longa, emocionada, exagerada, repetitiva.

Chamo a atenção apenas para um momento curioso, creio que inédito, ocorrido durante o "Programa Eliana". Com a tela dividida, a apresentadora comentava imagens do estádio Azteca, na Cidade do México, onde a Televisa promovia uma enorme homenagem a Bolaños.

Por coincidência, num dos momentos em que fez isso, a emissora mexicana estava mostrando imagens de Eliana apresentando, emocionada, o seu programa. Por alguns segundos, os espectadores das duas emissoras, então, viram a imagem acima: à esquerda, Eliana observando, à direita, Eliana vendo imagens do estádio Azteca.

Um momento que, em "Chaves", talvez merecesse o bordão clássico: "foi sem querer querendo".

A cobertura completa do UOL sobre a morte de Roberto Bolaños pode ser lida aqui

Veja também
Tributo a Bolaños tem ares de clássico de futebol e dramalhão mexicano

Em tempo: O curioso momento descrito neste texto pode ser visto no SBT aqui (1:59:34) e na Televisa aqui (1:06)

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Mauricio Stycer