Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Cultura escolhe exibir ótima série sobre "rebeldes do futebol" na mesma hora do jogo

Mauricio Stycer

27/06/2013 15h15

A TV Cultura exibe neste domingo o primeiro dos cinco episódios de "Os Rebeldes do Futebol". Trabalho dos franceses Gilles Rof e Gilles Perez, a série apresenta cinco pequenos documentários sobre craques que também deixaram uma marca por conta de notáveis atuações no campo político. A série é uma versão do filme, com o mesmo título, exibido  no início de junho no 4º CineFoot, em São Paulo.

O primeiro perfil a ser exibido é o de Sócrates (1954-2011), principal nome da Democracia Corintiana, um movimento político que afrontou não apenas o ambiente do futebol, mas também o da política no início dos anos 80, quando o país ainda vivia sob uma ditadura.

"Não foi o melhor, mas o mais original jogador da história do Corinthians", diz Juca Kfouri, deixando o outro posto para Rivellino. A série é apresentada por outro rebelde, o francês Eric Cantona, que diz sobre a experiência vivida no Corinthians: "O futebol como laboratório de como a vida deveria ser… Lindo! Mas numa ditadura?"

O segundo episódio (dia 7 de julho) é dedicado a Didier Drogba, ex-jogador do Chelsea, e conta como ele conseguiu um cessar fogo durante a guerra civil na Costa do Marfim. O chileno Carlos Caszely (dia 14), que ousou afrontar a ditadura Pinochet, protagoniza o terceiro episódio. O quarto programa (dia 21) narra a história de Rached Mekhloufi, símbolo da luta pela independência da Argélia. E o bósnio Pedrag Pasic é tema do último episódio (28 de julho), que fala do seu trabalho social em Sarajevo.

A TV Cultura escolheu mostrar a série sempre as 17h de domingo, concorrendo diretamente com a exibição de partidas de futebol na Globo e na Band. Não deixa de ser um gesto de rebelião, que talvez agradasse aos craques homenageados na série. Na estreia da série,excepcionalmente, não haverá essa competição já que a final da Copa das Confederações será às 19h.

Sobre o autor

Mauricio Stycer
É jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.