Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Casal briga no “Teste de Fidelidade” e se reconcilia no “Ratinho”

Mauricio Stycer

04/06/2013 14h22

É gritante a falta de figurantes para programas populares de TV. Nos últimos meses, já ocorreram vários casos de uso dos mesmos figurantes em atrações do SBT, da Record e da RedeTV!. Esta semana, mais uma vez, ocorreu uma duplicidade.

Gilberto e Débora foram protagonistas de um enorme barraco no "Teste de Fidelidade", apresentado por João Kleber na noite de domingo (2). No dia seguinte,  segunda-feira (3), o mesmo casal se beijou com paixão no "Programa do Ratinho". Na atração da RedeTV!, Débora foi apresentada como bartender. No SBT, ela virou modelo e atriz.

A confusão protagonizada pelo casal no "Teste de Fidelidade" foi enorme. Não apenas Débora quis agredir o marido, depois de ver como ele se portou com duas modelos, como Gilberto quis bater em João Kleber, a quem acusou de ter se insinuado para a mulher.

Ratinho usou o casal no quadro "Quem é o Amor?". Débora entrou no palco junto com quatro homens, entre os quais Gilberto. Os participantes do game precisavam descobrir quem era o parceiro dela.

Ao ver os quatro homens, Ratinho disse: "Hoje eu gostei mais. No último programa que fizemos, apareceram uns caras bonitões, bombadões. Dava impressão que era coisa montada. Hoje são rapazes bonitos, mas comuns. Assim é mais verdadeiro. Nós nunca fizemos nada falsificado. Mas desse jeito parece mais verdadeiro." Só rindo.

A coincidência foi observada pelo jornalista Eduardo Zanelato, a quem agradeço pela dica. Na estreia do "Teste de Fidelidade", em março, houve outra repetição de figurantes. Veja aqui.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.