Blog do Mauricio Stycer

“CQC” tira Datena da grade e volta ao seu antigo horário

Mauricio Stycer

15/09/2012 12h05

Os baixos índices de audiência do “CQC” nas últimas semanas provocaram uma mudança importante na grade da Band. A partir desta segunda-feira (17), o programa passa a ser exibido mais cedo, às 22h15. Em conseqüência, o game-show “Quem Fica em Pé”, apresentado por Jose Luiz Datena, deixa de ser exibido às segundas.

Desde abril, quando o programa de Datena estreou, o “CQC” vinha sendo exibido mais tarde, a partir das 22h40. A idéia de que o game-show iria alavancar a sua audiência não se confirmou. A queda do “CQC” é nítida mês a mês. Foi de uma média de 6 pontos (em maio) para 5,6 (junho), 5,3 (julho) e 4,1 (agosto).

Na última segunda-feira (10/9), dia em que a Globo transmitiu a partida entre Brasil e China, o “Quem Fica em Pé” marcou 1 ponto e o “CQC” teve uma das piores médias de sua história, com 3,5 pontos.

Um dos programas mais rentáveis da Band, o “CQC” elegeu o game-show de Datena como vilão desta queda de audiência nos últimos meses. A partir desta segunda, então, volta a ser exibido no horário que o consagrou. Oficialmente, às 22h15, mas na prática assim que terminar “Avenida Brasil”, na Globo.

A edição do “Quem Fica em Pé” cortada da grade de segunda-feira passa a ser exibida às sextas. É a segunda mudança na programação que afeta o game-show. O programa de Datena era exibido também aos domingos, antes do “Pânico”, mas foi substituído por “Conversa de Gente Grande”, apresentado por Marcelo Tas. Este saiu do ar depois de apenas sete episódios, em função dos maus resultados de audiência.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo