Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Tipos de leitor: o Consultor de Empresas

Mauricio Stycer

22/03/2011 11h30

Não poderia escrever uma série sobre os leitores que frequentam blogs e o Twitter sem mencionar o tipo mais espantoso que já encontrei na rede. Trata-se do Consultor de Empresas, com especialização em Recursos Humanos.

Sua tarefa principal é orientar o empregador do blogueiro sobre a pertinência, ou não, de mantê-lo no quadro de funcionários ou colaboradores da empresa.

Como no Velho Oeste, o Consultor de Empresas primeiro atira, depois pergunta. "O UOL precisa demitir este sujeito. Como pode um portal deste nível manter um blogueiro como ele?"

É difícil traçar um perfil do Consultor de Empresas. Ele pode ser tanto homem quanto mulher. Sua idade também é indefinida. Já observei que até crianças atuam na função. Muitos são adolescentes, mas também há adultos e idosos entre os profissionais desta área.

Ele está sempre rodeando o blog, pronto para pedir a cabeça do autor quando se sente incomodado com algum assunto. Às vezes faz chantagem: "Vou cancelar minha assinatura se este sujeito continuar escrevendo…"

Em três situações específicas, reuni um congresso de consultores de empresa. A primeira, ainda no BBB10, quando escrevi um texto pedindo ao público para não eliminar a candidata Tessália, até então responsável pelas principais intrigas da casa.

Na segunda vez, o tumulto ocorreu quando escrevi sobre "Nosso Lar". Embora tenha sido um comentário sobre o filme, muitos leitores enxergaram uma inexistente ofensa ao espiritismo. Um Consultor de Empresas organizou uma campanha, com adesão de vários colegas, pedindo minha cabeça.

Mais recentemente, ao escrever sobre a participação de Ronaldo no programa "CQC", novamente atrai um verdadeiro exército de consultores de empresa ao blog, todos pedindo minha demissão ou lamentando a minha presença no UOL pela ousadia de dizer que Marcelo Tas & Cia bajularam o Fenômeno.

O Consultor de Empresas é o tipo mais lamentável que já encontrei por aqui. Ele vive e se alimenta do ambiente mais democrático que existe, a internet, mas é incapaz de argumentar ou defender as suas ideias, além de bradar de forma autoritária contra quem formula opiniões que o incomodam.

Em tempo: A série "Tipos de Leitor" começou com o Crítico de Assunto e depois com o Contrabandista.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.