Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Tipos de leitor: o Contrabandista

Mauricio Stycer

18/03/2011 10h27

Dando prosseguimento à série dedicada aos leitores que freqüentam este e outros blogs, além do Twitter, hoje vou falar de um tipo que respeito muito, por sua ousadia e cara de pau, o Contrabandista.

Para começo de conversa, é preciso dizer que há duas categorias bem distintas de Contrabandista. Uma, a mais fácil de detectar, é formada por pessoas que frequentam a caixa de comentários do blog com o objetivo de divulgar produtos ou, mesmo, outros blogs.

Esse tipo de leitor não deve ser confundido com o spamer. Diferentemente deste último, que invade a sua caixa postal sem fazer cerimônia, o Contrabandista costuma entrar no blog para comentar, normalmente com elogios, o assunto que está sendo tratado. De passagem, como quem não quer nada, ao final do comentário ele deixa o link de seu blog ou do produto que quer divulgar.  É como se ele estivesse dizendo: "Eu te elogio e você deixa eu fazer a minha propaganda".

Mais difícil de detectar, por conta das técnicas que utiliza, é o segundo tipo de Contrabandista. Sorrateiro, ele entra no blog para fazer proselitismo disfarçado de opinião. Eu critico, por exemplo, um determinado programa da Globo, e ele diz: "Nada nesta emissora presta".

Eu falo sobre uma praça mal conservada da cidade e ele faz um discurso contra Kassab. Eu comento a participação de Dilma Rousseff na Ana Maria Braga e ele diz que Lula é um analfabeto. Eu escrevo sobre a proibição de "beijo gay" em novelas e ele aproveita para falar de Deus. Faço um texto criticando a nova temporada do "CQC" e o leitor comenta: "Ruim mesmo foi a volta do Jô Soares".

Até no primeiro post desta série, sobre o Crítico de Assunto, o Contrabandista deu as caras. E escreveu: "A imprensa precisa ser regulada JÁ! E isso não tem nada que ver com ditadura… antes que algum 'burro motivado' pense nisso… Lamentável posts como esse…"

O Contrabandista tenta, sempre, alterar o rumo dos debates no blog. É um sujeito atento e esperto, que exige atenção redobrada dos leitores e blogueiros.

Em tempo: A série "Tipos de leitor" não tem periodicidade fixa e aguarda sugestões para continuar.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.