Blog do Mauricio Stycer

Arquivo : programa do ratinho

Ratinho diz que “brincou” sobre Luis Ricardo para não “apavorar a família”
Comentários Comente

Mauricio Stycer

luisricardoeratinho

Dez dias depois do sério acidente ocorrido com Luis Ricardo no palco de seu programa, o apresentador Ratinho justificou a atitude que tomou, ao informar ao público que nada de grave havia acontecido.

Recebendo Luis Ricardo nesta quinta-feira (18), o apresentador explicou: “Voltei correndo brincando porque não queria apavorar a sua família… Mas não foi só uma sapecadinha”.

Na noite do dia 9, depois que o ex-Bozo saiu correndo em direção aos bastidores com o rosto em chamas, Ratinho foi atrás dele e voltou com informações tranquilizadoras.“Foi um susto”, disse.  Em seguida, fez o comentário em tom de piada que chamou a atenção: “Deu uma sapecadinha no bigode”.

Mostrando as marcas das queimaduras no rosto e no pescoço, Luis Ricardo disse: “Foi um pouquinho mais grave. Foram seis dias terríveis. Muita dor”, disse sobre o período internado no hospital.

RatinhofogoLuis Ricardo sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus ao fazer, ao vivo, um número com duas tochas acesas .

Dias depois do acidente, critiquei aqui no blog Ratinho por ter minimizado a gravidade do que aconteceu no palco do seu programa. Volto ao assunto hoje porque muitos leitores argumentaram que ele não tinha outra opção no momento do acidente a não ser tranquilizar o público.

Concordo que Ratinho não precisava alarmar os espectadores ou a família de Luis Ricardo. Mas não deveria dar informações erradas sobre uma situação que ainda não tinha condições de avaliar. Três horas depois do acidente, o “Jornal do SBT” falou que Luis Ricardo havia sofrido “apenas queimaduras superficiais”. Outra informação errada, como se viu.

Depois de mostrar as marcas no rosto e no pescoço, Luis Ricardo mostrou bom humor, ao encerrar a sua passagem pelo “Programa do Ratinho”, recomendando: “Não brinquem com fogo”. Eu acrescentaria: “Evitem dar informações erradas em casos de acidente”.

Veja o acidente:

Veja também
Luis Ricardo teve queimaduras de 1° e 2° graus na face, diz boletim médico
Apresentador Luis Ricardo é internado após sofrer queimaduras no “Ratinho”
Número com fogo no “Programa do Ratinho” acaba em acidente ao vivo
SBT minimizou gravidade do acidente com Luis Ricardo no programa do Ratinho

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.


SBT minimizou gravidade do acidente com Luis Ricardo no programa do Ratinho
Comentários Comente

Mauricio Stycer

RatinhoLuisRicardo
Dois dias depois do acidente ocorrido ao vivo no “Programa do Ratinho”, parece claro que o SBT minimizou a gravidade do caso, que causou queimaduras no apresentador Luis Ricardo.

Como é sabido, o ex-Bozo se queimou no palco na terça-feira (09), ao fazer um número com duas tochas de fogo. No momento do acidente, ele correu, com a face em chamas, para os bastidores, seguido por Ratinho.

Depois de alguns instantes, Ratinho voltou ao palco e, tentando tranquilizar os espectadores, disse que estava tudo bem. “Foi um susto”, disse, antes de brincar que Luis Ricardo “deu uma sapecadinha no bigode”.

O acidente ocorreu por volta das 23h30. Somente três horas depois, às 2h30 da manhã, o “Jornal do SBT” falou oficialmente do assunto, informando que Luis Ricardo sofreu “apenas queimaduras superficiais”.

Na tarde desta quinta-feira (11), 40 horas depois, o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, divulgou boletim médico informando que Luis Ricardo segue internado se tratando de queimaduras de primeiro e segundo graus, “que comprometem a face e região cervical anterior”. Diz ainda o boletim: “Seu estado é estável e responde de forma favorável ao tratamento instituído”.

Em resumo, a situação de Luis Ricardo parece evoluir bem, felizmente, mas é bem diferente da descrita por Ratinho e pelo “Jornal do SBT”. “Queimaduras de segundo grau” não são a mesma coisa que “queimaduras superficiais”, como disse a emissora, e face e região cervical anterior são mais que “uma sapecadinha no bigode”.

Veja o acidente:

Veja também
Luis Ricardo teve queimaduras de 1° e 2° graus na face, diz boletim médico
Apresentador Luis Ricardo é internado após sofrer queimaduras no “Ratinho”
Número com fogo no “Programa do Ratinho” acaba em acidente ao vivo

O blog está no Twitter, Facebook e Google+.


Número com fogo no “Programa do Ratinho” acaba em acidente ao vivo
Comentários Comente

Mauricio Stycer

Ratinhofogo“Não é para fazer em casa”, advertiu Luis Ricardo antes de mostrar um truque com duas tochas de fogo no “Programa do Ratinho” nesta terça-feira (09). A atração estava ao vivo e o resultado do número foi o pior possível.

Ex-intérprete do Bozo, ex-jurado do “Show de Calouros” e apresentador de sorteios da Tele-Sena, Luis Ricardo é figura bastante conhecida no SBT.

No momento de apagar o fogo, Luis Ricardo não conseguiu e viu as chamas em seu rosto. Assustado, num primeiro momento, Ratinho grita: “Meu Deus!” E corre atrás de Luis Ricardo em direção aos camarins, tentando ajudá-lo. “Ao vivo!!!”, ouve-se Ratinho gritar.

Posteriormente, o apresentador volta ao palco e diz que tudo não passou de “um susto”. Ainda brinca, dizendo que o artista “deu uma sapecadinha no bigode”. E, antes de encerrar o programa, informa: “Tudo bem”, diz.

Até 1h30 da manhã, mais de duas horas depois do acidente, o SBT não havia dado nenhuma informação oficial sobre o que ocorreu nem sobre o estado de saúde de Luis Ricardo.

Atualizado às 2h30: O “Jornal do SBT” relatou o acidente e informou que Luis Ricardo sofreu “apenas queimaduras superficiais”. Segundo Murilo Bordoni, produtor do programa, em mensagem postada no Twitter, o apresentador “não engoliu nem aspirou fogo”. O produtor disse ainda que o apresentador estava sob observação médica, mas repetiu Ratinho e garantiu que “foi só um grande susto”.

Veja o acidente:

Veja também
Apresentador Luis Ricardo é internado após sofrer queimaduras no “Ratinho”


Em uma noite, humorista repete piadas em três programas seguidos do SBT
Comentários Comente

Mauricio Stycer

mateusceararatinhomateuscearapracamateuscearathenoiteDeve ser um recorde mundial. O humorista Matheus Ceará deu entrevistas e contou as mesmas piadas em três programas seguidos do SBT na última quinta-feira (25). O objetivo principal, mencionado nas três atrações, era divulgar a inauguração de sua casa de shows de humor, em Campinas

A primeira aparição foi no “Programa do Ratinho”. Convidado do quadro “Dois Dedos de Prosa”, ele conversou por 24 minutos com o apresentador. Imitou Tim Maia, Alcione, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Cid Moreira, Luiz Gonzaga e Marilia Gabriela. Também divulgou a sua agenda de shows e o DVD, que está lançando.

Encerrado o Ratinho, Matheus logo reapareceu em “A Praça é Nossa”. Há três anos, ele participa do programa, com este seu personagem. Sentado no banco da praça, ao lado de Carlos Alberto de Nóbrega, lembrou da inauguração do seu clube de humor e contou várias piadas sobre cearenses. A participação foi a mais curta da noite – apenas sete minutos.

Mal terminou o humorístico, Matheus já estava de volta, desta vez como convidado do “The Noite”. Entrevistado por Danilo Gentili por 21 minutos, voltou a promover a sua casa de shows e o DVD, contou piadas sobre velórios pela terceira vez e imitou Marilia Gabriela mais uma vez.

Gentili até que tentou conseguir alguma coisa original de Matheus e foi bem-sucedido, quando o humorista contou sobre o teste que fez para participar do programa “Zorra Total”, da Globo. Não foi aprovado. “Falaram que eu não tenho perfil. Sou engraçado”

Não é incomum artistas de uma emissora participarem de outros programas “da casa” para divulgarem os seus trabalhos. Na Globo isso ocorre frequentemente, assim como na Record. Mas a overdose de Matheus Ceará, como bem observou o leitor Kadetti, mostra a falta de organização do SBT – além de ser um desrespeito com aquele telespectador mais fiel, que só assiste aos programas da emissora.


Top 15: os momentos mais bizarros e inesperados da TV em 2013
Comentários Comente

Mauricio Stycer

Em meio a novidades e decepções, boas e más surpresas, a TV ofereceu muito humor involuntário, dramas não imaginados, momentos geniais e bestiais em 2013. Abaixo apresento o meu Top 15 com os mais surpreendentes do ano. Listas deste tipo são sempre muito pessoais, e as minhas não são diferentes. Por isso, terei o maior prazer em acolher os comentários e observações dos leitores, apontando as injustiças das minhas escolhas e me lembrando do que esqueci.

Leia também
Top 10: Os melhores de 2013 na TV
Top 10: Os piores de 2013 na TV


Casal briga no “Teste de Fidelidade” e se reconcilia no “Ratinho”
Comentários Comente

Mauricio Stycer

É gritante a falta de figurantes para programas populares de TV. Nos últimos meses, já ocorreram vários casos de uso dos mesmos figurantes em atrações do SBT, da Record e da RedeTV!. Esta semana, mais uma vez, ocorreu uma duplicidade.

Gilberto e Débora foram protagonistas de um enorme barraco no “Teste de Fidelidade”, apresentado por João Kleber na noite de domingo (2). No dia seguinte,  segunda-feira (3), o mesmo casal se beijou com paixão no “Programa do Ratinho”. Na atração da RedeTV!, Débora foi apresentada como bartender. No SBT, ela virou modelo e atriz.

A confusão protagonizada pelo casal no “Teste de Fidelidade” foi enorme. Não apenas Débora quis agredir o marido, depois de ver como ele se portou com duas modelos, como Gilberto quis bater em João Kleber, a quem acusou de ter se insinuado para a mulher.

Ratinho usou o casal no quadro “Quem é o Amor?”. Débora entrou no palco junto com quatro homens, entre os quais Gilberto. Os participantes do game precisavam descobrir quem era o parceiro dela.

Ao ver os quatro homens, Ratinho disse: “Hoje eu gostei mais. No último programa que fizemos, apareceram uns caras bonitões, bombadões. Dava impressão que era coisa montada. Hoje são rapazes bonitos, mas comuns. Assim é mais verdadeiro. Nós nunca fizemos nada falsificado. Mas desse jeito parece mais verdadeiro.” Só rindo.

A coincidência foi observada pelo jornalista Eduardo Zanelato, a quem agradeço pela dica. Na estreia do “Teste de Fidelidade”, em março, houve outra repetição de figurantes. Veja aqui.


Anão do Gugu fez strip-tease no “Programa do Ratinho” e disse ser “mini go-go boy”
Comentários Comente

Mauricio Stycer

A história do anão Marquinhos fica mais engraçada a cada dia. “Descoberto” pelo apresentador Geraldo Luis, do “Balanço Geral”, da Record, ele fez a mágica de tirar o “Programa do Gugu” do terceiro lugar no Ibope e disputar a liderança dos domingos com Faustão.

A esta altura, depois de quatro semanas explorando com enorme sucesso o anão, Gugu se vê obrigado a dividi-lo com outros programas da Record. O assédio é tão grande, conta Flavio Ricco, que cabe ao vice-presidente da emissora, o jornalista Douglas Tavolaro, decidir onde Marquinhos vai exibir seus talentos. Pior. Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, o apresentador Geraldo Luis está irritado com esta exposição exagerada de seu xodó.

Não bastasse essa confusão dentro da Record, o anão agora está ajudando um concorrente da emissora, o “Programa do Ratinho”, a levantar a  audiência do SBT. Há duas semanas, Ratinho divertiu seu auditório com uma invasão de anões. “Se é pra ter audiência,mais anão!”, brincou na ocasião.

Nesta terça-feira (16), o apresentador voltou a falar do assunto, prometendo revelar “o segredo do anão”. Depois de muito enrolar, ao final do programa, disse que só revelaria o tal segredo na quinta-feira (18). Mas, ao atiçar a curiosidade do público, várias hipóteses apareceram.

Um vídeo, em especial, começou a circular com maior intensidade depois que Ratinho começou a falar de “segredo do anão”. Traz a data de 31 de agosto de 2011 e mostra o então anônimo anão Marquinhos fazendo uma apresentação no próprio “Programa do Ratinho”.

É uma cena surreal, como tantas outras exibidas pelo programa. Marquinhos começa vestido com trajes militares e vai tirando a roupa até ficar apenas de sunga e boina. Corre para a plateia e dança sensualmente com duas mulheres do auditório. Ao final do número, Ratinho o entrevista. É uma conversa engraçadíssima:

Ratinho: Você é profissional, Marquinhos?
Marquinhos: Mini go-go boy.
Ratinho: Mini go-go boy?
Marquinhos: Isso aí!
Ratinho: Que lugares você faz show?
Marquinhos: Nas boates, mas não posso falar o nome. E despedida de solteiro também.
Ratinho: Quem for casar, a mulherada se reúne, contrata você.. você vai lá e faz o show.
Marquinhos: Faço animação para ela e deixo elas loucas.
Ratinho: O seu limite é de short ou você arranca tudo?
Marquinhos: É trabalho. É profissional, só.
Ratinho: Vou repetir a pergunta. O seu limite é o short ou você fica peladão?
Marquinhos: Depende.
Ratinho: Obrigado pela participação.

Pano rápido.

Dá para o Gugu, agora, fazer mais um programa, no qual Marquinhos conte essa passagem de sua vida. Enquanto aguardamos, veja o “mini go-go boy” em ação:

[uolmais type=”video” ]http://mais.uol.com.br/view/14410332[/uolmais]


Top 5 – A TV brasileira em diálogos memoráveis
Comentários Comente

Mauricio Stycer

A programação da TV brasileira é tão democrática quanto irregular. Numa mesma noite de segunda-feira, zapeando de um canal para o outro, o espectador tem a oportunidade de ver de tudo um pouco. Selecionei cinco diálogos que dão uma ideia desta variedade.

1. “Avenida Brasil” é uma novela acima da média mesmo para os padrões da Globo. O texto de João Emanuel Carneiro tem o cuidado, até em cenas paralelas, de sempre incluir observações curiosas e divertidas. Veja este diálogo entre o protagonista Jorginho e a prostituta Kiki:
Jorginho: Se você me ajudar a descobrir quem é essa mulher, você vai me dar uma baita de uma força. E pode acabar levando essa graninha extra. Por favor, ajuda o amigo…
Kiki: Ai, que saco. Piranha devia nascer tudo sem coração. Assim sobrava mais espaço para botar silicone.

2. Dias depois de servir de palanque para o ex-presidente Lula, o “Programa do Ratinho” voltou ao seu padrão de sempre – muita bobagem e diversão para crianças no palco do SBT. Um dos auges da atração foi o momento em que a ex-BBB Francine deu as costas para a câmera e…
Ratinho: Cadê a calcinha que você ia mostrar?
Francine: Eu prometi…

3. Em sua quinta edição, o reality da Record é um prato cheio para quem gosta de ouvir bobagens na TV. Com elenco caprichado, “A Fazenda” tem oferecido momentos do mais completo absurdo. Nesta segunda-feira, houve dois especiais. Numa cena hilária, Sylvinho Blau-Blau chorou conversando com três porquinhos. Em outra, Nicole Bahls deu show em diálogo com Vavá e Rodrigo Capella enquanto cuidavam das cabras:
Vavá: Ele tá fazendo cocô.
Nicole: O cocô dele é igual ao meu quando como jabuticaba.Quando eu como jabuticaba, sai assim, de bolinha.

4. O “Superpop”, na RedeTV!, anda meio perdido. Seus assuntos e personagens continuam os mesmos, mas o programa perdeu o humor. Nesta segunda-feira, Luciana Gimenez entrevistou longamente uma mulher que tem tara por um boneco inflável. Foi patético.
Maria Luiza: O Fábio já falou pro Julio pagar as minhas contas, mas ele não quer pagar…
Luciana Gimenez: Falou?
Maria Luiza: Falou.
Luciana: “Manda o boneco mandar as contas.”
Maria Luiza: Mas o Julio não paga, né?
Luciana: O Julio só traça?
Maria Luiza: Só. E muito.

5. Já critiquei diversas vezes o programa de entrevistas de Roberto Justus na Record. Esta noite, talvez pela primeira vez, o apresentador fez uma entrevista de verdade. Pressionou o humorista Danilo Gentili com perguntas objetivas e produziu uma excelente conversa sobre os limites do humor. Veja um trecho:
Justus: O que me incomoda hoje, como homem que faz televisão, é ver que só tem sacanagem, o tempo todo só bobagem, só bunda…
Danilo Gentili: Se você pegar Freud, que escreveu sobre os chistes e o riso, Bergson, um filósofo que estudou o riso, é claro e óbvio: toda comédia tem um alvo. Simples assim. É uma definição de comédia: se é piada, tem um alvo.


Café no bule de Ratinho esfriou
Comentários Comente

Mauricio Stycer

Mais do que a participação do ex-presidente Lula no “Programa do Ratinho”, me interessa dizer duas ou três coisas sobre o papel desempenhado pelo apresentador do SBT neste evento.

Ratinho tratou Lula não com a educação e o respeito que merece um ex-presidente, mas com a reverência que se dedica aos santos. Parecia estar contemplando uma figura divina, intocável, não um político de carne e osso, no pleno exercício de promoção eleitoral.

Fosse Lula um ex-político falando sobre política, até poderia se aceitar de Ratinho tamanha docilidade. Mas, ao hospedar em seu programa um ato de campanha, o apresentador abriu mão do comando da própria atração.

A amizade entre os dois, sublinhada por Lula assim que tomou posse do auditório, não justifica o que ocorreu. “Por que o Ratinho? Porque eu já comi rabada na casa do Ratinho. Porque o Ratinho já comeu rabada lá na Granja do Torto. E por que antes de homem de televisão e presidente, nós somos amigos”.

Por uma noite, o “Programa do Ratinho” foi, na realidade, “Programa do Lula”, assim como, no futuro, pode vir a ser o programa de outros políticos. A única pessoa que perde com isso é o próprio Ratinho.

O apresentador que fez fama por sua coragem de peitar entrevistados, bater o cassetete na mesa, exigir teste de DNA de pessoas humildes, quando tem a chance de voltar à cena em grande estilo não faz um único questionamento ao ex-presidente. Parodiando uma de suas expressões favoritas, o café no bule esfriou.

Observação: Para evitar ofensas, xingamentos e brigas de caráter político, não vou aceitar comentários neste texto. O noticiário sobre a participação de Lula no “Programa do Ratinho” pode ser lida aqui.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>