Blog do Mauricio Stycer http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br Espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor. Wed, 19 Jun 2019 04:09:38 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.2 Ratinho chama Moro de “herói” e dissemina “fake news” sobre Jean Wyllys http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/19/ratinho-chama-moro-de-heroi-e-dissemina-fake-news-sobre-jean-wyllys/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/19/ratinho-chama-moro-de-heroi-e-dissemina-fake-news-sobre-jean-wyllys/#respond Wed, 19 Jun 2019 03:39:33 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46455

Ratinho recebeu o ministro Sergio Moro em seu programa. Foto: Gabriel Cardoso/SBT

Quem acompanha Ratinho sabe que não é de hoje que ele faz entrevistas camaradas, de pai para filho, com políticos. Sempre disponível para quem está no poder, o apresentador já recebeu para “dois dedos de prosa” gente dos mais variados partidos, da esquerda à direita, de Lula a Bolsonaro, passando por Alckmin, entre muitos outros.

O senso de oportunidade de Ratinho costuma ser infalível. E Sergio Moro deve ter acreditado nisso ao se dirigir ao estúdio do SBT na segunda-feira (17) para gravar uma conversa amena e cordial com o apresentador.

O ministro da Justiça está no centro do furacão desde que o site The Intercept começou a vazar conversas suas com o procurador Deltan Dallagnol. São diálogos da época em que ele era juiz e mostram que orientou as investigações da operação Lava Jato em Curitiba

Moro não levou em conta que até a exibição, na terça-feira (18) à noite, a entrevista poderia “envelhecer” por causa de novos vazamentos de conversas suas. Foi exatamente isso que aconteceu nesta terça. Também não se preocupou com o fato de o programa ir ao ar no mesmo horário de um jogo da seleção brasileira, o que afetou negativamente o Ibope de Ratinho.

Por fim, Moro não poderia imaginar que o apresentador iria exagerar tanto nos elogios e na bajulação. Mesmo quem é fã do ministro deve ter ficado sem graça com a vontade de agradar de Ratinho.

“Muito orgulhoso de receber aqui esse que, não sou eu que acho, mas a grande maioria da população brasileira acha, o nosso herói. Nosso herói não tem capa. Não voa, não é homem de aço. Mas é o único herói brasileiro no momento e tem feito um trabalho fantástico”, começou Ratinho.

O grande problema de Moro não mereceu maior atenção do apresentador. Ratinho quis saber se o ministro estava preocupado com “o ataque criminoso de hacker” que teria sofrido. Moro disse não ser capaz de confirmar a veracidade das mensagens vazadas, mas garantiu ter segurança que agiu com “lisura” como juiz. “O senhor está tranquilo? Não tem nenhuma preocupação com isso?”, concluiu Ratinho. “Sim, sim”, respondeu o ministro. Esse diálogo ocupou exatos 80 segundos da entrevista.

Em seguida, o apresentador disseminou uma grave acusação: “Eu estava lendo, não sei se é fake news, que está vinculado um milionário russo, que deu dinheiro para um jornalista muito conhecido. Esse jornalista é namorado de um deputado e comprou o mandato do deputado Jean Wyllys. Tudo isso eu recebi, não sei se é fake news. Recebi! Se for verdade, é muito maior do que a gente imagina. Porque envolve outro país.”

Ora, se o próprio apresentador reconheceu que esta informação sobre Wyllys pode ser uma fake news, não deveria divulgá-la desta forma. É o mínimo que se espera de um comunicador, dono de uma rede de televisão no Paraná e apresentador em uma das maiores emissoras do país.

Moro teve o cuidado de não comentar a história lançada por Ratinho, mas defendeu que o vazamento das suas conversas é um assunto grave, que envolve um “grupo criminoso” interessado em “obstaculizar investigações” ou buscar anular condenações da Lava Jato.

Superado, ao final de três minutos, o assunto que importava, Ratinho dedicou os outros 50 minutos da entrevista a fazer perguntas sobre o trabalho e os planos do ministro. Como sempre faz com autoridades que recebe, o apresentador segue um modelo que lembra jogo de vôlei, levantando bolas fáceis para o entrevistado cortar e elogiando diferentes medidas oficiais. Ao final, lamentou a atuação da imprensa por “bater tanto” no governo.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0
Bispa promove marcha no Programa Raul Gil e promete fazer cadeirante andar http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/17/bispa-promove-marcha-no-programa-raul-gil-e-promete-fazer-cadeirante-andar/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/17/bispa-promove-marcha-no-programa-raul-gil-e-promete-fazer-cadeirante-andar/#respond Mon, 17 Jun 2019 21:06:21 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46445

Raul Gil recebeu a bispa Sonia Hernandes em seu programa este sábado

Entre as cinco maiores emissoras de TV aberta no país, o SBT é a única que não exibe programas religiosos. É também uma das poucas que não vende horários para igrejas. Isso não impede que, eventualmente, abra espaço para propaganda religiosa.

Neste sábado (15), por exemplo, Raul Gil recebeu em seu programa a bispa Sonia Hernandes, “minha querida irmãzinha que eu amo de coração”, para falar da Marcha para Jesus, que a sua igreja promove no próximo dia 20.

No esforço de atrair o público, a religiosa fez promessas de curas milagrosas: “Muitas pessoas marcham pra Jesus com outros na UTI, no hospital. Quando acaba a marcha, eles estão curados. Eu já vi gente começar de cadeira de rodas e sair andando. Por isso, a Marcha para Jesus todo ano aumenta”.

Apesar da cara de propaganda paga, a participação de 12 minutos da bispa no “Programa Raul Gil” não teve caráter comercial, assegurou a emissora.

Veja também
Programação religiosa ocupa 21% da grade da TV aberta no Brasil, vê Ancine

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0
Ao sugerir contradição de Moro, quadro de humor da Globo faz jornalismo http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/17/ao-sugerir-contradicao-de-moro-quadro-de-humor-da-globo-faz-jornalismo/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/17/ao-sugerir-contradicao-de-moro-quadro-de-humor-da-globo-faz-jornalismo/#respond Mon, 17 Jun 2019 15:42:28 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46439

Sempre muito afiado e sintonizado com os assuntos mais quentes da TV e do noticiário, o quadro “Isso a Globo Não Mostra”, exibido pelo “Fantástico”, deu destaque especial neste domingo (16) ao ministro Sergio Moro.

O quadro explorou a reação de Moro ao vazamento de conversas com o procurador Deltan Dallagnol divulgadas pelo site The Intercept. São diálogos da época em que ele era juiz e mostram que orientou as investigações da operação Lava Jato em Curitiba.

Na segunda-feira (11), um dia após o primeiro vazamento, Moro disse, conforme registrou o “Jornal Nacional”: “Aquilo lá é uma invasão criminosa de celulares de procuradores. Pra mim, isso é um fato bastante grave ter havido essa invasão e essa divulgação.”

O quadro do “Fantástico” lembrou de um comentário de Moro, aparentemente contraditório, feito dois meses antes, em 9 de abril, no “Conversa com Bial”. Questionado pelo apresentador sobre conversas que ele vazou de forma ilegal entre a então presidente Dilma e o ex-presidente Lula, Moro disse: “O problema ali não era a captação do diálogo e a divulgação do diálogo. O problema era o diálogo em si, o conteúdo do diálogo”.

Para temperar com humor este contraponto eminentemente jornalístico, “Isso a Globo Não Mostra” inseriu cenas de Diana, a personagem de Alinne Moraes na novela “Rock Story”. “Quando é você, não tem importância nenhuma, é uma besteira. Agora, quando sou eu, é um crime. São dois pesos e duas medidas”. Risos.

A ironia da situação, exposta no quadro, coloca mais pimenta numa discussão levantada neste final de semana pela colunista Cristina Padiglione, que criticou a “timidez editorial” do jornalismo da Globo, na comparação com o humorístico “Zorra”, na cobertura do caso revelado pelo “The Intercept”. Em resposta, o diretor de jornalismo da emissora, Ali Kamel, disse que a crítica é “contraditória, injusta e faz confusão com regras básicas do jornalismo e do humor”.

Veja
Padiglione: Poupado pelo Jornal Nacional, Moro vira paródia no Zorra
Diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel vê como ‘injusta’ crítica ao JN

No JN, Bonner se atrapalha e chama Sergio Moro de “ex-ministro”

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0
Lições da cobertura da TV dos casos de Neymar e Rafael Miguel http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/16/licoes-da-cobertura-da-tv-dos-casos-de-neymar-e-rafael-miguel/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/16/licoes-da-cobertura-da-tv-dos-casos-de-neymar-e-rafael-miguel/#respond Sun, 16 Jun 2019 08:01:37 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46413

Najila Trindade deixa a delegacia após prestar depoimento. Imagem: Reuters/Amanda Perobelli

No intervalo de pouco mais de uma semana, dois acontecimentos de grande apelo midiático dominaram a televisão. Primeiro, a acusação de estupro feita ao jogador Neymar. Em seguida, o bárbaro assassinato do jovem ator Rafael Miguel e de seus pais durante visita à casa da namorada do garoto.

Os dois assuntos ocuparam quase todos os poros da TV – os programas jornalísticos sérios, os policiais vespertinos e os de fofoca.

Quem se expôs a uma dieta baseada em programas policiais sofreu mais do que os demais. O caso de Neymar gerou, inicialmente, dois tipos de cobertura condenáveis. Primeiro, uma destinada a passar a mão na cabeça do jogador, chamando-o de “menino” e praticamente o isentando de culpa antecipadamente. Segundo, em sentido inverso, um acompanhamento do caso que abraçou a versão da vítima igualmente sem questionamentos sobre eventuais contradições e histórias mal contadas.

No caso da morte de Rafael Miguel e seus pais, a “personagem” que simbolizou a cobertura foi a namorada do rapaz, uma jovem de 18 anos. Sua vida foi devassada de uma forma avassaladora nestes últimos dias. Houve quem tenha tentado “adotá-la”, tratando como se fosse um parente, sem cuidado com o impacto desta exposição da imagem da jovem.

O espectador pode tomar o partido que quiser em histórias como essas duas. Mas cabe a quem faz jornalismo, mesmo com pitadas sensacionalistas, buscar a máxima isenção. Também é necessário ter cuidado com a exposição dada a figuras que não são públicas. “Ah, mas a fulana queria aparecer”, alguém poderá dizer sobre a mulher que acusou Neymar. Ou sobre a namorada de Rafael. Pode ser, mas isso não justifica o tratamento sensacionalista que essas duas mulheres e outros envolvidos indiretamente no caso ganharam.

Entendo que a disputa pela audiência obrigue os profissionais da mídia a tomarem decisões muito rápidas. Mas a pressa em noticiar antes dos concorrentes frequentemente causa problemas – erros factuais, informações inconsistentes, exageros, visões deturpadas. Todo mundo perde quando isso ocorre.

Stycer recomenda

. Globo se recusa a exibir publicidade da Prefeitura do Rio que a critica

. Ranking TV paga: Viva passa Cartoon no ibope; veja 30 canais mais vistos

. Globo turbina nova temporada de “Choque de Cultura” e marca estreia

. Cinco segredos bombásticos revelados por João Kleber que foram longe demais

Pior da semana
No JN, Bonner se atrapalha e chama Sergio Moro de “ex-ministro”

Melhor da semana
Big Little Lies retorna com Meryl Streep e aposta em tom mais leve

Este texto, originalmente, foi acessado por quem está inscrito na newsletter UOL Vê TV, que é enviada às quintas-feiras por e-mail. Para receber, gratuitamente, é só se cadastrar aqui.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0
Repórter da Globo dá uma Bíblia a Bolsonaro após café da manhã no Planalto http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/15/reporter-da-globo-da-uma-biblia-a-bolsonaro-apos-cafe-da-manha-no-planalto/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/15/reporter-da-globo-da-uma-biblia-a-bolsonaro-apos-cafe-da-manha-no-planalto/#respond Sat, 15 Jun 2019 22:26:29 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46423

Delis Ortiz agradece a Bolsonaro pelo convite aos jornalistas que cobrem o Planalto. Foto: Marcos Corrêa/PR

O café da manhã promovido por Jair Bolsonaro com 29 jornalistas nesta sexta-feira (14) terminou de forma incomum. Conforme relatou o jornal digital Poder 360, a repórter Delis Ortiz, da Globo, presenteou o presidente com uma Bíblia e agradeceu, em nome dos demais colegas, por ter recebido os profissionais que fazem a cobertura diária no Palácio do Planalto.

Ainda segundo o site, “outros jornalistas que trabalham acompanhando diariamente as notícias do Planalto dizem que também não tinham conhecimento de que haveria a entrega de uma Bíblia”.

Pelo inusitado da situação (jornalistas não costumam dar presentes para os seus entrevistados), procurei a Globo. A emissora disse em nota: “Delis afirma que foi exclusivamente dela a iniciativa de presentear o presidente. A Globo não foi avisada por Delis Ortiz sobre a atitude pessoal que ela decidiu tomar”.

A nota da Globo questiona parte do relato do Poder 360: “Diferentemente do que diz a publicação do site Poder 360, a repórter Delis Ortiz afirma que não partiu dela a iniciativa de fazer agradecimentos ao presidente Jair Bolsonaro, durante café da manhã do presidente com jornalistas que cobrem diariamente o Palácio do Planalto, ontem de manhã. A iniciativa foi do porta-voz, Rego Barros, que pediu a ela pra falar em nome dos jornalistas, por ser a mais experiente setorista do comitê de Imprensa do Palácio do Planalto, entre todos os que estavam presentes.”

Consultado, o site não quis comentar a nota da Globo.

Este foi o sexto café da manhã promovido pelo presidente desde a posse. Em menos de quatro meses, a partir de 28 de fevereiro, data do primeiro encontro, cerca de 100 profissionais de mídia foram recebidos. Nestes encontros, os jornalistas não podem gravar o áudio nem fazer imagens, mas fazem anotações sobre o que é dito.

Em meados de abril, uma filha de Delis Ortiz foi nomeada para um cargo na coordenação de relações públicas da Secretaria-Geral da Presidência da República. Ao tomar conhecimento, a Globo deslocou a jornalista da cobertura dos assuntos do Planalto para os do Congresso.

Três dias depois do blog ter dado esta notícia, a nomeação da filha de Delis foi cancelada e a Globo recolocou a jornalista na cobertura do Planalto.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0
Erro grosseiro de Claudia Raia em “Verão 90” não estava no roteiro http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/14/erro-grosseiro-de-claudia-raia-em-verao-90-nao-estava-no-roteiro/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/14/erro-grosseiro-de-claudia-raia-em-verao-90-nao-estava-no-roteiro/#respond Fri, 14 Jun 2019 18:28:04 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46418

Assistindo TV com a filha Manu, Lidiane (Claudia Raia) diz que “Fera Ferida” é de autoria de Gloria Perez

Quem assistia a “Verão 90” nesta quinta-feira (13) pulou da poltrona quando Lidiane (Claudia Raia) convidou a filha Manu (Isabelle Drummond) para assistir televisão e disse:

“Filha, você já viu a novela nova das 8, que acabou de estrear? ‘Fera Ferida’, um escândalo, da Gloria Perez. E sabe quem faz? O Edson Celulari, aquele gato.”

Como qualquer fã de telenovela sabe, “Fera Ferida”, lançada em 15 de novembro de 1993, foi escrita por Aguinaldo Silva com Ricardo Linhares e Ana Maria Moretzsohn. Gloria Perez nunca escreveu uma vírgula desta trama.

Como um erro desses foi acontecer? Izabel de Oliveira e Paula Amaral, as autoras de “Verão 90”, usam e abusam de referências a programas da Globo exibidos na década de 1990, mas não têm culpa neste caso. O blog apurou que a frase dita por Claudia Raia não estava no roteiro. Foi um “caco” da atriz, inserido na hora de gravar.

Mesmo assim, surpreende que ninguém tenha notado o erro durante a gravação – nem o diretor da cena, nem outros atores e técnicos que participaram.

“Verão 90” já cometeu vários erros de ambientação e caracterização dos anos 90, mas ainda não havia vacilado tão feio com a própria programação da Globo. Nos links abaixo, três outros erros apontados por espectadores:

. De volta para o futuro: Em 1993, Manu dirige Fusca inspecionado em 2010

. Ambientada em 1990, Verão 90 erra data ao fazer referência a Irmãos Coragem

. “Verão 90” erra e antecipa volta de Michael Jordan ao basquete em 5 anos

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0
Irmão de suspeito diz que Bacci tem que “voltar pra escolinha de repórter” http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/14/irmao-de-suspeito-diz-que-bacci-tem-que-voltar-pra-escolinha-de-reporter/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/14/irmao-de-suspeito-diz-que-bacci-tem-que-voltar-pra-escolinha-de-reporter/#respond Fri, 14 Jun 2019 03:06:38 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46406

O irmão de Paulo Cupertino, Joel, criticou a conduta de Luiz Bacci no caso

A cobertura da morte do ator Rafael Miguel e de seus pais é, desde segunda-feira (10), o assunto principal, quando não o único, do “Cidade Alerta”. No comando do policial, Luiz Bacci tem se superado diariamente em matéria de sensacionalismo, o que tem revertido em altos índices de audiência para o programa da Record.

Tratei do assunto na segunda-feira, ao ver o apresentador se colocar praticamente como um parente de Isabela Tibcherani, a namorada de Rafael. “Eu preciso que o Brasil acolha, abrace essa menina”, disse Bacci, forçando uma proximidade artificial com a jovem.

Nesta quinta-feira (13), Bacci estava eufórico porque foi ofendido pelo irmão e pelo filho de Paulo Cupertino, o homem apontado pelo polícia como autor do crime. “Ele vai ter que se retratar em muita coisa e voltar pra escolinha de repórter”, disse Joel, o irmão. “Esse xarope… Ele é tão covarde quanto o irmão”, respondeu o apresentador.

Exagerando no suspense, quase como um João Kleber do mundo-cão policial, Bacci se justificou: “A Record me dá oito horas de programa, vocês querem soltar tudo de uma vez só. E eu fico fazendo o que até o fim?”

Já o filho de Cupertino, chamado por Bacci de “filho do assassino”, disse a uma repórter do “Cidade Alerta”. “Vocês estão espalhando notícia falsa. Vocês são mercenários. Ele não é traficante, não é ladrão, não é pedófilo”. Orgulhoso, o apresentador disse: “Preparem o seu coração para fortes emoções porque ele vai acabar comigo”. E o garoto disse: “Abutres. Aquele Bacci é um canalha”.

Paulo Cupertino é apontado pela polícia como o autor do triplo crime. Mas está foragido. Tecnicamente, não foi ainda nem formalmente acusado pelo crime. Muito menos julgado e condenado. Logo, é um erro, como Bacci tem feito, chamá-lo de assassino. Neste aspecto, concordo com o irmão do suspeito. O apresentador perdeu alguma aula na faculdade de jornalismo.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0
Jogo da seleção feminina eleva Ibope da Globo em SP em 55% http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/13/jogo-da-selecao-feminina-eleva-ibope-da-globo-em-sp-em-55/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/13/jogo-da-selecao-feminina-eleva-ibope-da-globo-em-sp-em-55/#respond Thu, 13 Jun 2019 19:57:44 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46399

A Austrália venceu o Brasil por 3 a 2 pela Copa do Mundo. Imagem: Elsa/Getty Images

A vitória da Austrália sobre o Brasil por 3 a 2, de virada, pela Copa do Mundo de futebol feminino teve enorme impacto sobre a audiência da Globo, que transmitiu a partida. Entre 13h e 14h54, em São Paulo, a emissora registrou média de 17 pontos, um crescimento de 55% (6 pontos a mais) em relação à audiência das últimas quatro quintas-feiras.

Já no Rio, a Globo marcou 23 pontos durante o jogo, um crescimento de 44% (7 pontos a mais) sobre a média das últimas quatro quintas-feiras.

O “share” (percentual de aparelhos ligados) também foi alto. Em São Paulo, o jogo teve 37% de participação e no Rio 45%. Estes dados são prévios e podem sofrer alteração na sexta-feira (14) quando o Ibope divulgar os números consolidados

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0
A arte do reaproveitamento: um mesmo quadro aparece em três novelas http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/12/obra-de-arte-de-a-forca-do-querer-e-reaproveitada-em-a-dona-do-pedaco/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/12/obra-de-arte-de-a-forca-do-querer-e-reaproveitada-em-a-dona-do-pedaco/#respond Thu, 13 Jun 2019 01:22:34 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46387

Ao fundo, um quadro que decora o apartamento de Gladys e Regis em “A Dona do Pedaço”

Apartamento de rico em novela sempre tem muitas obras de arte penduradas na parede. É uma forma de sinalizar para o espectador que os moradores têm recursos e eventualmente bom gosto.

Em “A Dona do Pedaço”, o apartamento onde moram Gladys (Nathalia Timberg), Lyris (Deborah Evelyn), Regis (Reynaldo Gianecchini) e Agno (Malvino Salvador) é uma típica residência de ricos. Tem vários ambientes, móveis de qualidade e muitos quadros na parede.

Logo à entrada, o espectador vê a tela acima. No capítulo desta quarta-feira (12), a obra de arte apareceu em duas cenas diferentes. Primeiro, numa conversa entre mãe e filha. E, no final, no momento em que a mãe vai descobrir o filho mexendo em seu cofre.

O mesmo quadro, de cabeça para baixo, decorava o apartamento de Silvana em “A Força do Querer”

O quadro apareceu tanto que chamou a atenção do “detetive” Alecsandro. Ele se lembrou que a tela serviu de decoração ao apartamento de Silvana (Lilia Cabral) e Eurico (Humberto Martins), um casal rico e bem-sucedido, em “A Força do Querer” (2017).

Há apenas um pequeno detalhe: neste intervalo de dois anos, entre a novela de Gloria Perez e a da Walcyr Carrasco, o quadro virou de cabeça para baixo. Coisas da arte moderna. Palmas para o cenógrafo.

Atualizado em 13 de junho: Após a publicação deste texto, a “detetive” Camilla Alves se lembrou que o quadro também serviu de cenário para a casa da família de Pedro Gouveia, em “Onde Nascem os Fortes”, exibida em 2018. Na mesma posição, diga-se, que foi mostrado em “A Força do Querer” (veja abaixo).

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0
Cinco segredos bombásticos revelados por João Kleber que foram longe demais http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/12/cinco-segredos-bombasticos-revelados-por-joao-kleber-que-foram-longe-demais/ http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/2019/06/12/cinco-segredos-bombasticos-revelados-por-joao-kleber-que-foram-longe-demais/#respond Wed, 12 Jun 2019 08:01:29 +0000 http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/?p=46382

Sempre explorando os limites entre a realidade e a ficção, João Kleber construiu uma carreira de mestre do entretenimento. Mesmo fora do ar há alguns anos, o seu “Teste de Fidelidade” é uma lembrança que não sai da cabeça dos fãs. Já as revelações de segredos bombásticos, no “Você na TV” e no “João Kleber Show”, continuam a mexer com imaginação do público. Com a volta do apresentador ao trabalho após um susto, o “UOL Vê TV” celebra alguns dos melhores momentos já vistos no palco do seu programa (vídeo acima).

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

]]>
0