Blog do Mauricio Stycer

Xuxa reclama ao vivo durante “Dancing Brasil”: “Deixa eu falar, diretor!”

Mauricio Stycer

17/04/2017 23h36

Um breve incidente chamou a atenção de quem assistia ao terceiro episódio de “Dancing Brasil” na noite desta segunda-feira (17), na Record. Empolgada com uma apresentação recém-concluída da atriz Maytê Piragibe, Xuxa exclamou: “Nossa senhora!” O espectador não soube o que foi dito em seu ponto eletrônico, mas a apresentadora reagiu rapidamente, com um desabafo em tom infantil: “Deixa eu falar, diretor! Pelo amor de Deus! Tá bom demais”. O diretor do programa é Rodrigo Carelli, responsável também pelos realities “A Fazenda” e “Power Couple”.

O programa teve como tema números de filmes musicais famosos. A própria Xuxa dançou na abertura uma versão de “Dancing Queen”, do Abba, que ganhou fama no filme “Mamma Mia!” (veja abaixo).

Bastante animada e feliz, Xuxa não se conteve em vários outros momentos. “A Broadway é aqui na Record”, gritou, antes de puxar um coro de “gostosa” para a jornalista Fabiola Gadelha, que dançou uma música do filme “Hairspray”.

A atriz Juliana Silveira explicou o acidente que a impediu de participar do programa – uma torção, ocorrida uma semana antes, causou uma pequena fratura em dois ossos e um estiramento muscular. Sergio Marone informou que, de acordo com o regulamento do formato, nenhum participante pode ficar afastado mais de uma semana. Assim, se Juliana não puder voltar semana que vem, será eliminada.

O candidato eliminado da noite foi o sertanejo Guilherme.

Veja também
5 razões para assistir a “Dancing Brasil”, nova aposta da Record para Xuxa
Xuxa quase se esquece que é Xuxa em estreia de “Dancing Brasil”
Britto Jr. diz que foi “censurado e boicotado” pelo diretor da “Fazenda”

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na “Folha de S.Paulo''. Começou a carreira no “Jornal do Brasil'', em 1986, passou pelo “Estadão'', ficou dez anos na “Folha'' (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o “Lance!'' e a “Época'', foi redator-chefe da “CartaCapital'', diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros “Adeus, Controle Remoto'' (editora Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e “O Dia em que Me Tornei Botafoguense'' (Panda Books, 2011).
Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Blog do Maurício Stycer
Topo