Blog do Mauricio Stycer

Troféu Sinceridade: Diretor da Globo critica “imagem turística” do subúrbio na TV

Mauricio Stycer

Um dos mais talentosos diretores da televisão brasileira, Luiz Fernando Carvalho volta a exibir um trabalho na Globo em novembro. Trata-se de “Suburbia'', uma minissérie em oito capítulos, ambientada, como diz o título, no subúrbio.

Em entrevista a Sylvia Colombo, publicada nesta segunda-feira, na “Folha”, Carvalho se diz incomodado com o que vê sendo produzido pela TV e pelo cinema e que tem como foco a chamada “nova classe C''. Ele não dá nomes, mas parece óbvio quem é o alvo dos comentários que reproduzo abaixo:

“Há muita encenação. Uma visão cenográfica do real, uma forçação de barra, para mim parece tudo fake. O que vemos é uma interpretação que é produto do mercado, da mídia e da formação universitária. É uma classe C que sai da mistura da visão da USP com a da Coca-Cola.”

“O subúrbio tem sido considerado como a terra do colorido, da vivacidade. Não sei se decepcionarei, mas não estou correndo atrás de gritarias ou de uma imagem turística.”

Para quem não se lembra, Carvalho dirigiu na Globo, entre outros, “Os Maias'', “Hoje É Dia de Maria'', “A Pedra do Reino'' e “Capitu''.  Seu último trabalho, de 2010, foi “Afinal, o que Querem as Mulheres?''. No cinema, dirigiu “Lavoura Arcaica''. A reportagem da Sylvia Colombo pode ser lida aqui.